Notícias

Produtores são informados sobre asfaltamento na SC-390 na Coxilha Rica


Secretário da Agricultura e Pesca, Osvaldo Uncini, e da ADR, João Alberto Duarte, receberam produtores rurais para tratar de interesses da Coxilha Rica
Produtores são informados sobre asfaltamento na SC-390 na Coxilha Rica Fotos: Carlos Alberto Becker

Sob a liderança do presidente do Sindicato Rural de Lages, Márcio Pamplona, produtores residentes na Coxilha Rica se reuniram no início da tarde desta segunda-feira (17), na sede da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR). Eles queriam saber informações sobre o andamento do projeto de asfaltamento dos 27 quilômetros da SC-390, e sobre o trabalho de conservação das demais estradas na Coxilha Rica. Logo de início foram informados de que uma das pendências para a liberação depende também do laudo histórico do trecho, mas que já foi trabalhado por um geólogo contratado pela empresa que irá construir o asfalto. Participaram da reunião o secretário da Pasta, João Alberto Duarte, e o secretário municipal da Agricultura e Pesca, Osvaldo Uncini.

No montante, sobre as obras de asfaltamento, a resposta é de que ainda estão aguardando a liberação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Conforme explicou João Alberto, novos documentos foram pedidos. Porém, há possibilidade de até quinta-feira (20) se ter novidades concretas a respeito do processo, pois, o secretário municipal de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi, de Lages, encontra-se em Florianópolis tratando do assunto. Além disso, nesta terça-feira (18), o governador Raimundo Colombo tem agenda com o presidente do Iphan, em Brasília. “Creio que depois dessas conversas poderemos ter boas novidades a respeito do andamento do processo de liberação para o início das obras”, ressaltou João Alberto.

Por outro lado, o secretário municipal de Agricultura e Pesca, Osvaldo Uncini, ao responder os questionamentos sobre a conservação das estradas da Coxilha, adiantou que as máquinas estão trabalhando com força máxima, e que em breve irá contemplar também a Estrada Geral, muito utilizada para o escoamento da produção agrícola e das cargas de madeira. Além disso, revelou que está avaliando uma nova alternativa para a manutenção de boa parte das estradas do interior, e caso se consolide a providência poderá se traduzir em bons resultados para a manutenção de quase todas as estradas do interior.

Pelo lado dos produtores, o presidente do Sindicato Rural, Márcio Pamplona, disse que a reunião desta tarde não deixa de ser uma forma de pressão, pois como representante dos produtores, afirmou que todos dependem da receita das suas propriedades. A preocupação se estende também aos empregados que sofrem com os deslocamentos para as escolas e para a cidade. “Está comprovado que o desenvolvimento só acontece no interior se houver garantia de acesso”, reforçou.

Galeria