Notícias

Vasos nos cemitérios podem gerar focos do mosquito da dengue


Muitos vasos com água foram deixados nos cemitérios municipais, no Dia de Finados
Vasos nos cemitérios podem gerar focos do mosquito da dengue Fotos: Marcelo Pakinha

Depois do grande movimento nos cemitérios municipais, ocorrido no Dia de Finados, surge agora um problema ambiental preocupante: os vasos de flores com água, deixados sobre os túmulos, os quais tendo em vista a onda de calor prevista para o próximo verão podem gerar focos do mosquito da dengue.

O secretário municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô (Tchá-Tchá) faz um apelo às pessoas que visitaram os túmulos de seus entes queridos para que voltem aos cemitérios (de Índios, da Penha e Cruz das Almas) e limpem os vasos, retirando a água e os galhos da flores naturais.

“As pessoas podem pedir ajuda, no setor administrativo dos cemitérios, que o nosso pessoal auxiliará nos serviços de limpeza, se necessário”, fala Tchá-Tchá.

O secretário disse que não é recomendada a entrada de flores naturais nos cemitérios, porém devido ao grande fluxo de visitantes no Dia de Finados, torna-se praticamente impossível esse tipo de controle.